How To Export To Brazil Click Here!
Associação dos Distribuidores e Importadores de Perfumes, Cosméticos e Similares

Compras na Internet

Alerta sobre Compras de Perfumes e Cosméticos na Internet

Mercado

Que as compras pela internet estão crescendo significativamente ano a ano, isto já não é mais novidade. Se de um lado empresas sérias investem cada vez mais em opções, facilidades e segurança nos dados do consumidor, de outro estão inúmeras "empresas" de má fé, que usufruem da própria tecnologia para golpes comerciais ou pior ainda, situados fora do país atraem os consumidores com preços muito baixos comercializando perfumes e cosméticos de procedência duvidosa e qualidade não assegurada. Isso é apenas uma parte dos chamados crimes digitais.

Além disso, são relativamente frequentes as fraudes que envolvem desde a clonagem de sites de bancos para obtenção de dados dos clientes até o comércio eletrônico de produtos que nunca são entregues ou, quando o são, podem estar em total desacordo com o interesse do consumidor, (Exemplos: sem etiquetas de adequação as normas da ANVISA e da Lei de Defesa do Consumidor e com prazo de validade vencido e/ou adulterado). O pior é que muitos destes sites (localizados no exterior) são inalcançáveis pela legislação brasileira e se aproveitam disso para oferecer, a preços baixos, produtos piratas numa atitude desleal para com os lojistas nacionais sérios que pagam seus impostos e empregam muitos brasileiros no setor de perfumaria seletiva. A ADIPEC conseguiu localizar vários destes sites hospedados no exterior (alguns até em Hong Kong) que enviam regularmente produtos contrabandeados (sem pagamento dos tributos) para consumidores no Brasil. Estes consumidores talvez não saibam que além de cometerem crime fiscal, pela compra de produtos contrabandeado, estão sujeitos a receber produtos falsificados ou com prazo de validade vencido.

As unidades do Procon acumulam mais e mais reclamações neste gênero de comércio via internet. No Brasil, segundo levantamento da Cyber Source, empresa americana especializada em soluções de segurança na rede mundial de computadores, as perdas com fraude no comércio eletrônico giram em torno de 875 milhões de reais ao ano. Por causa do aumento dos crimes e fraudes virtuais, a Polícia Federal mantém equipes especializadas na investigação dessas ocorrências. O consumidor precisa ficar atento para não ser vítima de fraude na rede. Na hora de fazer uma compra e/ou pagamento on line, siga as recomendações abaixo:

Cuidados para não cair na rede

01) Referências

Busque referências sobre o site de compras com outros consumidores. Saber a opinião de outras pessoas que já compraram no site é importante, pois geralmente quem é lesado deixa recados e reclamações em outros sites (exemplo: www.reclameaqui.com.br). Antes de fechar a compra certifique-se que os perfumes do site ostentam o selo da ADIPEC, que garante a procedência e a qualidade do produto. Verifique se a empresa tem reclamações no Procon.


02) Ofertas

Desconfie de preços muito baixos e condições de pagamento muito fáceis. Além disso, todas as informações sobre o produto como preço, frete, prazo de entrega ou execução e condições de pagamento - devem ser apresentadas e conferidas.


03) Nota Fiscal

Verifique se o site fornece nota fiscal e fique atento à política de trocas, assim como aos procedimentos que devem ser adotados em caso de problemas. A Nota Fiscal é o documento que você deve usar em caso de reclamações.


04) Desconfie

Use o bom senso, sempre. Desconfie de ofertas espetaculares, promoções imperdíveis ou produtos com preço muito abaixo do valor de mercado. Não existe milagre! Você pode acabar recebendo um perfume falsificado (que poderá lhe causar problemas de saúde) ou um produto contrabandeado (importado sem o pagamento de impostos) operação esta que se constitui num crime fiscal.


by Consultor Net